Notícias Fecomercio

19 de dezembro de 2017

Desemprego cresce pelo 3º ano seguido na América Latina, diz OIT


Segundo estudo, elevação foi causada pela crise no Brasil; tendência deve se reverter em 2018

O relatório anual da Organização Internacional do Trabalho (OIT), divulgado nesta segunda-feira (18), aponta que o desemprego cresceu pelo terceiro ano consecutivo na América Latina e o Caribe, chegando a 26,4 milhões de pessoas em 2017.

O desemprego foi de 8,4% em 2017, uma alta de 0,5 ponto porcentual em relação a 2016, o que representou o aumento de 2 milhões de pessoas sem emprego. De acordo com o estudo, a elevação do desemprego foi causada em grande parte pela crise enfrentada pelo Brasil, que concentra 40% da força de trabalho da América Latina. A taxa de desocupação no País subiu para 13% no terceiro trimestre deste ano.

No entanto, a OIT prevê uma reversão da tendência para o próximo ano. Em 2018, o desemprego da América Latina deve cair pela primeira vez em três anos, motivado pelo avanço do crescimento econômico em uma média de 2% na região.  A previsão para o ano que vem é que a taxa de desemprego caia para 8,1%.

Voltar para Notícias