Notícias Fecomercio

9 de novembro de 2017

Pagamento do 13º salário deve injetar R$ 200 bilhões na economia, diz Dieese


Valor previsto representa crescimento de 4,7% em relação ao ano passado

O pagamento do 13º salário neste ano deve injetar cerca de R$ 200,5 bilhões na economia brasileira, o que representa um crescimento de 4,7% na comparação ao ano passado. O valor previsto, que corresponde a 3,2% do Produto Interno Bruto do País (PIB), foi divulgado nesta quarta-feira (8) pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

De acordo com o levantamento, mais de 83 milhões de brasileiros devem receber o 13º salário, benefício que é pago aos trabalhadores com carteira assinada, beneficiários da Previdência Social e aposentados e pensionistas da União, dos estados e dos municípios. Em média, cada trabalhador tende a receber cerca de R$ 2,25 mil. A pesquisa não considera trabalhadores autônomos e assalariados sem carteira que devem receber algum tipo de abono de fim de ano.

Além disso, praticamente metade do montante (49,4% do total) será destinada aos trabalhadores nos estados da Região Sudeste, seguida pelas regiões (16,2%), Nordeste (15,9%), Centro-Oeste (9%) e Norte (4,7%), enquanto que os beneficiários da União receberão 4,9% da quantia.

Voltar para Notícias